NOVA

Telefones celulares são indispensáveis para quem trabalha na estrada. É através deles que você se comunica com a família e mata um pouco da saudade, fecha a próxima viagem e se mantém atualizado sobre a vida fora da estrada.

Pensando nisso, resolvemos listar os aplicativos que podem ajudar você a fazer uma viagem cada vez mais produtiva:

PARADAS DE ESTRADA
Com esse aplicativo, você consegue encontrar as paradas mais próximas e conhecer tudo o que elas oferecem antes mesmo de estacionar! E, depois de aproveitar o descanso, pode avaliar os serviços oferecidos, ajudando os seus companheiros de estrada a planejar a próxima parada.

ACCUWEATHER
Esse aplicativo de previsão do tempo é um ótimo aliado para você saber qual é a melhor hora para seguir viagem! Podemos monitorar chuvas e ventos fortes que podem se tornar riscos durante o caminho, tornando o percurso cada vez mais seguro.

TRUCKPAD
O Truckpad conecta a carga ao caminhoneiro, dessa forma você recebe ofertas de cargas pelo celular e pode otimizar aquela volta com carroceria vazia! Nele são fornecidas informações como: empresa que está contratando, peso da carga, origem, destino e o valor pago por cada tonelada carregada.

MÃOS NO VOLANTE
O “Mãos no Volante” é uma iniciativa para tornar as estradas cada vez mais seguras. Com ele, você pode configurar o tempo de viagem e bloquear chamadas telefônicas enquanto sua concentração está nas estradas. E o aplicativo ainda envia uma mensagem programada para quem está ligando, oferecendo-lhe tranquilidade e segurança durante o percurso.

MINHAS ECONOMIAS
Na estrada temos vários gastos que acabam pesando no bolso. Almoço, troca de pneus, lanche, combustível, o cafezinho…

Com esse aplicativo, você consegue monitorar todos os seus gastos, controlando as despesas secundárias e garantindo um fim de mês sem surpresas!

Lembrando que telefone e direção não combinam!

Fonte: Blog Iveco

5 APLICATIVOS QUE SÃO UMA MÃO NA RODA PARA QUALQUER CAMINHONEIRO

Saiba Mais


Um caminhoneiro foi detido na Rodovia dos Bandeirantes, em Jundiaí (SP), depois de quebrar a cancela de um pedágio para não pagar a tarifa.

De acordo com a concessionária que administra o trecho, uma pesquisa foi feita a partir das placas do veículo, que é de Iracemápolis (SP), e foi constatado que o motorista já cometeu a mesma infração 1.100 vezes somente nas rodovias do Sistema Anhanguera-Bandeirantes.

Ainda segunda a concessionária, o veículo deve mais de R$ 53 mil de taxas de pedágios que deixou de pagar.

A Polícia Rodoviária foi informada sobre o caso e conseguiu abordar o caminhoneiro em um posto de combustível, às margens da Rodovia dos Bandeirantes. O veículo carregado com açúcar também estava com os pneus carecas e o estepe destruído.

Além de ter que pagar as dívidas com a concessionária que administra o sistema Anhanguera-Bandeirantes, o caminhoneiro foi multado em R$ 195 por cada vez que deixou de pagar um pedágio. Somando assim uma dívida total de quase R$ 200 mil.

Após as multas serem aplicadas e o acionamento da empresa concessionária que administra a rodovia para tratar da cobrança das tarifas atrasadas, o motorista foi liberado para prosseguir viagem.

Fonte: G1

Caminhoneiro fura pedágio por mais de mil vezes e terá que pagar multa de quase R$ 200 mil

Saiba Mais

Esperada desde o Salão de São Paulo, nova versão se destaca pelos detalhes escurecidos

Quase um ano após ser mostrada pela primeira vez, durante o Salão de São Paulo, a Toro Blackjack é lançada oficialmente pela Fiat. Usando o motor 2.4 Tigershark, de 174/186 cv, e câmbio automático de 9 marchas, a nova versão se diferencia pelo pacote de equipamentos, mais completo que o da Freedom 2.4, e pelos detalhes estéticos escurecidos como antecipa o nome.

Por fora, saem os cromados, entram os detalhes em preto, inclusive nas logomarcas e no símbolo da Fiat. As rodas de 17" são pintadas de cinza escuro e há uma faixa no capô e na tampa traseira em preto fosco. De série, vem com faróis de neblina e luzes diurnas em LEDs. Por dentro, temos acabamento em preto no teto e colunas, bancos com revestimento exclusivo, volante em couro e equipamentos como ar-condicionado de duas zonas, central multimídia Mopar (com DVD e GPS), e sensores de luz e chuva. Será vendida por R$ 112.990, ou R$ 12.720 a mais que a Freedom 2.4.

Confira fotos:






Fonte: motor1.com

Fiat Toro Blackjack enfim é lançada

Saiba Mais


Pesquisa realizada com motoristas de caminhão em três rodovias do Estado de São Paulo indicou que participantes que fizeram uso de álcool no padrão Beber Pesado Episódico (BPE) (consumo de 5 ou mais doses em uma única ocasião nos 30 dias que antecederam a pesquisa) cometeram mais erros e apresentaram pior desempenho nas tarefas apresentadas.

Dos motoristas entrevistados, cerca de 17,5% relataram ter consumido álcool pelo menos uma vez neste padrão nos 30 dias anteriores à pesquisa.

“Esses resultados mostram que o consumo de álcool tem um efeito negativo direto sobre o funcionamento da atenção e desempenho do motorista na condução”, avalia a Dra. Erica Siu, coordenadora do Centro de Informações sobre Saúde e Álcool (CISA), referência nacional sobre o binômio saúde e álcool.

A pesquisa apontou também que os motoristas que consumiram no padrão BPE demoraram três segundos a mais que os não-bebedores para responder a uma situação de risco durante a execução do teste.

O consumo de álcool, mesmo em quantidades pequenas pode:

Aumentar o risco de envolvimento em acidentes e compromete funções indispensáveis à segurança ao volante, como a visão e os reflexos;
Diminuir a capacidade de discernimento, estando em geral associado a outros comportamentos de alto risco, como excesso de velocidade e não uso do cinto de segurança
Apesar da Lei Seca o uso de  bebidas alcoólicas está entre as principais causas de acidentes em rodovias brasileiras. Só nas estradas paulistas, entre 2007 e 2016, mais de 3 mil acidentes tiveram como causa o consumo de álcool, segundo o Atlas de Acidentalidade no Transporte Brasileiro.

No Brasil, de acordo com pesquisa de 2012 do Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (IPEA) o custo anual dos acidentes de trânsito é de cerca de R$ 40 bilhões, sendo aproximadamente R$ 30 bilhões referentes a acidentes em rodovias e mais de R$ 9 bilhões relacionados a acidentes em aglomerados urbanos. Os dados também revelam que o custo médio unitário de um acidente com morte em rodovia no Brasil é de mais de R$ 566 mil.

Fonte: Portal O Carreteiro

Motoristas de caminhão fazem uso pesado de álcool, diz pesquisa

Saiba Mais


Estiagem no sul do Amazonas, fazem com que a balsa de travessia do Rio Madeira que liga os municipios de Humaitá e Apuí pela rodovia Transamazonica, já opera com restrição devido a seca do rio.
Foto: Chaguinha de Humaitá

A balsa de travessia é de grande importancia para o abastecimento de alimentos e combustíveis aos moradores de comunidade indígenas, MATUPÍ distrito de Manicoré e o municipio de Apuí. Os usuários que utilizam a balsa temem a paralisação dos serviços, caso a seca do rio Madeira continue aumentado diariamente, como tem ocorrido ao longo das semanas que ja se passaram neste mes de setembro.
A empresa de navegação que oferece o trabalho já colocou sinalização no leito do rio para facilitar a chegada a margem Direita, o que ja tem sido feito com bastante cuidado.

A paralisação na travessia ocasionará racionamento de energia em Apuí e Matupí caso os caminhoes petroleiros nao consigam mais cruzar o rio.
A chegada do final do mes de setembro é a esperanca de que as chuvas comecem a cair na região fazendo com qur as aguas voltem a subir e o fluxo de cruzamento dos veículos voltem a ser normalizado em Humaita. 

Fonte: A critica de Humaitá

Foto: Chaguinha de Humaitá

Estiagem ameça paralisação da balsa de travessia no Rio Madeira em Humaitá

Saiba Mais


Um motorista de uma carreta bitrem viveu momentos de muita tensão e medo na madrugada da última quinta-feira (14) durante ação de uma quadrilha aparentemente especializada em um tipo peculiar de crime: roubo das rodas e pneus dos caminhões.

Segundo relato do motorista, ele dormia no pátio de um posto de combustíveis em Ourinhos (SP) quando foi acordado ao som de vidro sendo estilhaçado. Dois homens anunciaram o assalto, deram um soco na vítima e a amarraram com fitas adesivas.
Na sequência, os criminosos dirigiram o veículo por cerca de dez quilômetros, em direção a Salto Grande (SP), onde entraram em uma estrada rural e estacionaram no meio de uma plantação.


Neste momento, a surpresa para o motorista: os assaltantes não queriam a carga de 48 toneladas de adubo que ele transportava, mas sim os pneus e as rodas de seu caminhão.

Em quatro horas de trabalho, os criminosos conseguiram desmontar 18 das 32 rodas do bitrem, o que gerou um prejuízo estimado em R$ 50 mil. Segundo a vítima, os assaltantes pareciam bem equipados e contavam até com dois veículos de apoio – uma Kombi e um outro caminhão.

Após o término da desmontagem das rodas, o bando foi embora e deixou o motorista amarrado na plantação. Ele se soltou, conseguiu chegar à Rodovia Raposo Tavares e acionou a polícia. O delegado Gabriel Salomão vê ação de uma quadrilha especializada.


FONTE: G1 

Assaltantes fazem motorista refém para roubar rodas e pneus de carreta

Saiba Mais


Na manhã desta segunda-feira (18), a Polícia Rodoviária Federal (PRF) apreendeu toneladas de maconha que eram transportadas em dois caminhões, no Mato Grosso do Sul. Policiais rodoviários federais deslocavam-se de Dourados/MS à Bataguassu/MS, pela rodovia MS-376, entre os municípios de Deodápolis/MS e Invinhema/MS, e abordaram um caminhão com placa de Paranavaí/PR, conduzido por um homem de 39 anos.

Em razão do nervosismo e informações conflitantes apresentadas pelo motorista durante a abordagem, os policiais realizaram buscas na carroceria do caminhão e encontraram, em meio a caixas de hortifrutis, várias bolsas contendo tabletes de maconha. Diante do flagrante, o homem acabou relatando que viajava com outro motorista de um outro caminhão.

Um helicóptero da Divisão de Operações Aéreas da PRF foi utilizado para encontrar o segundo caminhão, conduzido por um homem de 35 anos, com placa de Presidente Epitácio/SP. Na carroceria deste caminhão também estavam caixas de hortifrutis, que ocultavam grande quantidade de maconha. Os dois presos relataram que iriam buscar laranjas no interior de São Paulo. Diante do flagrante, confessaram que receberiam pelo transporte de maconha do Mato Grosso do Sul, na fronteira com o Paraguai, até o estado de São Paulo. Os caminhões com a droga e os motoristas estão sendo encaminhados para a Polícia Federal de Dourados/MS.


Todo entorpecente será descarregado para pesagem oficial. Não há estimativa do peso até o momento.

Fonte: Folha Nobre 
Foto: Adilson Domingos

PRF apreende dois caminhões com toneladas de Maconha

Saiba Mais


Topo do site
YOUR ALT TEXT